O que motivou o mutuário a procurar a AMMRS, foi a abusividade do agente financeiro na cobrança de juros, correção na prestação em desacordo com o pactuado em contrato, entre outros.

Após ingresso com ação revisional na Justiça, a AMMRS conseguiu reduzir a dívida de aproximadamente R$ 194 mil reais para R$ 97 mil reais e, consequentemente, com a quitação do débito o banco juntou a liberação da hipoteca no processo e nós realizamos a entrega do documento para o associado.

O valor para liquidar o contrato de financiamento habitacional foi apurado pelo perito judicial, de acordo com a procedência da ação.

Processo n° 5004249-14.2011.4.04.7100

Se você possui alguma dúvida em relação ao seu contrato habitacional, não deixe de entrar em contato