Após ter seu pedido administrativo de quitação negado pelo agente financeiro e receber notificação para o pagamento da dívida, sob pena do imóvel ir a leilão, a Associada buscou uma solução junto a AMMRS e foi orientada a ingressar com pedido no judiciário.

Passados 2 anos de trâmite processual, a Associada recebeu em mãos o documento que cancela a hipoteca do imóvel. A negativa do banco deu-se em razão da mutuária ter adquirido mais de um financiamento habitacional com recursos FCVS (Fundo de Compensação de Variação Salarial). Entretanto, tal justificativa é rechaçada pelo Poder Judiciário, que garante ao mutuário o direito de quitação.

Caso você tenha alguma dúvida com relação ao seu contrato habitacional, não deixe de entrar em contato.