AMMRS realiza a entrega de mais um termo de liberação de hipoteca, cujo o agente financeiro negava a entrega ao mutuário, mesmo tendo adimplido todas as 180 parcelas previstas no contrato, sendo que a última parcela havia sido liquidada em agosto de 1996.

Não bastando a negativa em liberar a hipoteca, ainda apresentava um saldo devedor de aproximadamente R$ 270 mil. A alegação do agente financeiro foi o indício de multiplicidade.

Após ingresso de ação judicial pela AMMRS em agosto de 2016, o mutuário obteve sucesso total na demanda, conseguindo a descaracterização do indício de multiplicidade e, consequentemente, o termo de liberação de hipoteca.

Processo n° 5053535-82.2016.4.04.7100

Se você possui alguma dúvida em relação ao seu contrato habitacional, não deixe de entrar em contato