Mutuário procurou a AMMRS em novembro de 2013, após ter sido notificado pelo agente financeiro através de edital em jornal, para pagar uma dívida de aproximadamente R$ 26 mil,  e posteriormente o imóvel foi levado a leilão por este débito.

Com o ingresso de ação judicial, a AMMRS conseguiu suspender o leilão do imóvel e obter a prescrição da dívida. Diante da procedência da ação, o agente financeiro juntou no processo o termo de liberação de hipoteca sem que o mutuário precisasse desembolsar valores ao agente financeiro para a obtenção deste documento.

Processo n° 5066683-68.2013.4.04.7100

Se você possui alguma dúvida em relação ao seu contrato habitacional, não deixe de entrar em contato