O Banco do Brasil passou a oferecer essa semana, a modalidade de financiamento imobiliário Pró-Cotista com novas condições. Essa modalidade oferece a possibilidade de financiar até 90% do valor do imóvel novo, usado ou na planta, cuja avaliação não seja superior a R$ 500 mil, com prazo para pagamento de até 360 meses e taxa de juros de 9% ao ano.

Entretanto, para o mutuário obter o recurso, é necessário enquadrar-se em alguns requisitos:

– Possuir conta de FGTS com no mínimo 36 contribuições, consecutivas ou não;

– Ter conta de FGTS ativa ou, no caso de inativa, possuir saldo superior a 10% do valor da avaliação do imóvel;

– Não ser proprietário, futuro comprador ou cessionário de imóvel residencial que esteja localizado na região metropolitana da atual residência;

– Não ser titular de outro financiamento ativo com recursos do Sistema Financeiro da Habitação.

A AMMRS orienta os mutuários que irão adquirir financiamento da casa própria para que atentem ao comprometimento de sua renda, cujo percentual não deve ultrapassar os 30%.

Ainda, criamos a Cartilha AMMRS – Construtoras e a Cartilha AMMRS – Proteja seu Patrimônio, para que os futuros compradores e mutuários tirem as dúvidas mais frequentes de quem irá comprar a casa própria ou que já adquiriu financiamento imobiliário.

Para saber mais sobre a modalidade de financiamento Pró-Cotista, clique aqui.