Comprador adquiriu o imóvel em junho de 2013, com entrega prometida para outubro de 2014, contudo, a construtora entregou o imóvel somente em setembro de 2015.

Com o atraso na entrega, acabou por onerar financeiramente o comprador com despesas de aluguel de apto e box, assim como o aumento do seu saldo devedor, já que durante a construção o saldo a financiar é corrigido pelo INCC e, consequentemente, o valor a ser financiado com o banco se torna maior.

Diante de sua insatisfação, o comprador procurou a AMMRS e ingressamos com ação indenizatória, a fim de reaver os prejuízos e transtornos causados pelo atraso.

Na justiça, a indenização foi reconhecida em sentença e consolidada em instâncias superiores, fazendo com que a construtora procurasse a AMMRS para fechar acordo e dar fim ao processo. Como o associado também tinha interesse em finalizar o processo, a construtora indenizou o comprador no valor de R$ 22 mil reais.

Processo n° 001/1.16.0041578-5

Se você possui alguma dúvida em relação ao seu contrato de imóvel na planta, não deixe de entrar em contato