Nosso associado adquiriu através de contrato de gaveta um financiamento firmado em 1982. Procurou a AMMRS devido a negativa do agente financeiro em dar a quitação do contrato pela lei 10.150/00 (lei federal que quitou todos os contratos assinados até 30/12/1987 com FCVS), mesmo preenchido todos os requisitos para ter seu contrato quitado,  e ainda, o banco continuava a cobrar um saldo devedor superior a R$ 150 mil.

Após ingressar na justiça, a AMMRS conseguiu o reconhecimento do contrato de gaveta, quitação do contrato de financiamento a partir de 27/09/2000 pela lei 10.150/00, liberação da hipoteca e o banco ainda foi condenado a devolver R$ 88 mil, referente aos valores pagos a partir de 27/09/2000 e valores cobrados a maior nas prestações durante todo o contrato. 

Processos: 2002.71.00.047010-8, 2003.71.00.024116-1 e 2005.71.00.017838-1