O Mutuário procurou a AMMRS, visto estar inadimplente com seu contrato de financiamento e com dificuldades em renegociar seu débito com o agente financeiro.

Seu contrato de financiamento habitacional foi firmado em junho de 1997, com prazo de pagamento de 240 meses (20 anos) e, posteriormente, renegociado em setembro de 2005, com novo prazo de pagamento de 142 meses.

A AMMRS ingressou com ação para revisar os valores cobrados pelo banco, em sede de liminar foi deferida a suspensão de execução extrajudicial do débito e concedido depósito em juízo das prestações recalculadas pela AMMRS.

Conseguimos em audiência de conciliação na Justiça Federal, reduzir a dívida de R$ 165 mil para R$ 28 mil reais,

O termo de liberação da hipoteca será disponibilizado em até 90 dias, após a liquidação.

Processo n° 2006.71.00.043374-9

Se você possui alguma dúvida em relação ao seu contrato habitacional, não deixe de entrar em contato