O novo ministro das Cidades, Bruno de Araújo, revogou no dia 17/05, a portaria editada pelo governo Dilma Rousseff, que autorizava a Caixa Econômica Federal a contratar a construção de até 11.250 unidades habitacionais pelo programa Minha Casa Minha Vida. A justificativa tomada pelo atual ministro das Cidades, se deu devido ao trabalho que realizará de auditoria em todos os números da pasta para liberar amarras ideológicas e burocracia que dificultam a execução das obras.

Veja a notícia na íntegra:Cancelada construção de imóveis pelo PMCMV

sale-1-1232745