Mutuário procurou a AMMRS após o agente financeiro cobrar a quantia aproximada de R$ 31 mil reais para liberar a hipoteca, apesar de adimplido todo o contrato.

Após ingresso de ação judicial pela AMMRS em fevereiro de 2014, o mutuário obteve na justiça a sua dívida prescrita , conseguindo o termo de liberação de hipoteca.

Se você possui alguma dúvida em relação ao seu contrato habitacional, não deixe de entrar em contato.

Processo n° 5043441-46.2014.4.04.7100

edison vaz