Após pagar todas as prestações pactuadas em contrato e mesmo assim não receber a liberação da hipoteca, o mutuário procurou a AMMRS e ingressou com ação para obter este documento e aproveitou para revisar os valores pagos ao agente financeiro. Ao final do processo, foram apurados valores cobrados a maior pelo agente financeiro,  aproximadamente R$ 20 mil reais, os quais já foram devolvidos ao mutuário, além do direto de ter a liberação da hipoteca.

 

Processo n° 5023635-64.2010.4.04.7100

06