Após adimplir todas as 192 parcelas do seu contrato de financiamento, o agente financeiro se negou a liberar a hipoteca para o mutuário, alegando que para a entrega deste documento, deveria pagar o saldo devedor de aproximadamente R$ 13 mil reais.

Diante da resposta negativa do agente financeiro e inconformado, o mutuário procurou a AMMRS para solucionar o problema. Após anos de processo, conseguimos obter o termo de liberação da hipoteca e ainda foi devolvido ao mutuário aproximadamente R$ 22 mil reais, referente a valores cobrados a maior pelo banco.

Processo n° 001/1.05.0182068-3

Luiz Alberto Cunha